CRISE ORGANIZACIONAL E TOMADA DE DECISÕES

Denise Genari, Kadigia Faccini, Pelayo Munhoz Olea, Sylvia Maria Azevedo Roesch

Resumo


Henrique Martinelli sempre sonhou em tornar a sua pequena empresa uma referência na produção de vinhos. Porém, a organização apresentava algumas deficiências, como a falta de tecnologia, baixa capacitação dos colaboradores e dificuldades de distribuição dos produtos, sendo que estes fatores não permitiam que o sonho se tornasse realidade. Além disso, o volume de vendas e o faturamento da empresa vinham caindo nos últimos quatro anos. Sua empresa, a vinícola Dom Ângelo, fundada em 1992 e localizada no Vale Dourado, surgiu para que a família Martinelli pudesse enfrentar um momento de crise nas indústrias de vinhos localizadas na cidade de Videira Alta (RS). Até meados dos anos de 1980, a família se dedicava ao plantio e venda de uvas para outras vinícolas da região. Com a queda no volume de vendas da uva, advinda da crise nas indústrias vinícolas da região, Henrique Martinelli e seu pai Luigi, resolveram fabricar seus próprios vinhos e vendê-los diretamente aos consumidores e outros comerciantes, buscando um aumento nos lucros.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13058/raep.2011.v12n2.169

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Direitos autorais 2011 Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (ANGRAD)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Administração: Ensino e Pesquisa (RAEP). ISSN (Eletrônico): 2358-0917 | ISSN (Impresso): 2177-6083 (publicação impressa encerrada em 2017). A RAEP é uma publicação da Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (ANGRAD).

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia