O poder disciplinar enquanto dimensão da cultura organizacional: um estudo multicasos em instituições de ensino superior privadas

André Maurício Teixeira da Silva, Mariane Lemos Lourenço

Resumo


Este artigo teve como objetivo geral investigar como se manifesta e é interpretado, pelos docentes, o poder disciplinar em face dos elementos da cultura organizacional em instituições de ensino superior (IES) privadas. Foi realizado um estudo multicasos, em IES privadas na região Sul do Brasil, pelo qual se priorizou a análise do discurso organizacional no estabelecimento dos conceitos, dos objetos e na posição dos sujeitos nesse discurso e das suas ações com relação às práticas de produção, transmissão e consumo de textos que reforcem, alterem ou resistam ao discurso. Destacou-se, dentre os achados, a precarização do trabalho docente nesse contexto, em que o professor passa a ser um mero executor de programas de ensino com reduzida autonomia e controle das suas atividades. Aliado a isso, ainda, passa a incorporar as atividades de promoção e manutenção das instituições com o intuito de agradar os clientes e o mercado de atuação. Tudo isso realizado sob estrita vigilância e controle por parte das instituições e dos alunos. Este trabalho contribui no sentido de elucidar a situação dos professores no Ensino Superior privado, pois fornece uma compreensão a partir das suas próprias interpretações e experiências. 


Palavras-chave


Cultura organizacional; Poder Disciplinar; Vigilância no trabalho; Trabalho docente

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13058/raep.2018.v19n1.731

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Direitos autorais 2018 André Maurício Teixeira da Silva, Mariane Lemos Lourenço

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Administração: Ensino e Pesquisa. ISSN (Impresso): 2177-6083 | ISSN (Eletrônico): 2358-0917

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia