Transitando por Caminhos Sinuosos: Os Deslizes nos Estudos em Administração Pública e de Empresas

Breno de Paula Andrade Cruz, Steven Dutt Ross

Resumo


Este ensaio discute 13 deslizes comuns encontrados em estudos no campo de Administração Pública e de Empresas no Brasil, agregando-os em três dimensões. A primeira dimensão, ‘Deslizes por Falta de Reflexão’ inclui deslizes por falta de reflexão dos autores, como, por exemplo, usar a palavra Metodologia na seção que discute Método ou autores economizarem em palavras para apresentar a relevância do trabalho. Já na segunda dimensão, ‘Deslizes na Utilização do Método’, discutimos aspectos referentes ao Método em um trabalho científico, deixando claro, por exemplo, alguns erros cometidos, tais como nomear um Método (Netnografia) e na prática usar outro (Observação Não-Participante). A terceira dimensão ‘Deslizes        no Sentido de Fazer Ciência’, apresenta os deslizes relacionados à relevância de um texto ao se fazer Ciência. Por exemplo, um texto que não apresenta implicações gerenciais e teóricas no campo da Administração Pública e de Empresas ou que não discute questões para futuras pesquisas deixa a desejar no sentido de ser relevante para a Ciência e para as organizações.


Palavras-chave


Prática em Pesquisa em Administração; Deslizes na Prática da Pesquisa; Método

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13058/raep.2018.v19n2.1106

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Direitos autorais 2018 Breno de Paula Andrade Cruz, Steven Dutt Ross

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Administração: Ensino e Pesquisa. ISSN (Impresso): 2177-6083 | ISSN (Eletrônico): 2358-0917

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia