A UTILIZAÇÃO DE TEORIAS EM ESTUDOS ORGANIZACIONAIS BRASILEIROS: UMA ANÁLISE BIBLIOMÉTRICA

Flavio Perazzo Barbosa Mota, Ceres Grehs Beck, Rita de Cássia de Faria Pereira, Tatiana Aguiar Porfírio de Lima, Solange Cristina do Vale

Resumo


As teorias procuram explicar de forma sistemática fatos e acontecimentos, permitindo resumir o conhecimento e favorecer a manutenção ou modificação do entendimento das práticas organizacionais. O objetivo deste artigo é levantar e analisar a base teórica nas publicações científicas voltadas à explicação de fenômenos organizacionais, de modo a identificar a utilização - ou não - de teorias em Estudos Organizacionais, bem como analisar os aspectos metodológicos adotados. Para tanto, foi realizado um levantamento bibliográfico dos cento e cinquenta artigos acadêmicos apresentados no Encontro Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração (EnANPAD), no período de 2005 a 2008. Os dados e teorias identificados foram tabulados, classificados e analisados. Constatou-se que mais da metade dos artigos (54,7%) utilizam teorias. Houve um predomínio de utilização da Teoria Institucional (24,1%), seguida da Teoria da Estruturação (7,8%), Teoria das Representações Sociais (4,3%), Teoria Crítica (3,4%), Teoria da Agência (3,4%) e Teoria dos Custos de Transação (3,4%). Logo, percebe-se a falta de inserção do Brasil como desenvolvedor de teorias, ou seja, há mais uma replicação de teorias consolidadas internacionalmente, do que propriamente inovação teórica no contexto brasileiro. Ademais, prevaleceram a produção em coautoria, a estratégia de pesquisa qualitativa e a natureza empírica.


Palavras-chave


estudos organizacionais; teorias; levantamento bibliográfico

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13058/raep.2010.v11n3.139

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Direitos autorais 2010 Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (ANGRAD)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Administração: Ensino e Pesquisa (RAEP). ISSN (Eletrônico): 2358-0917 | ISSN (Impresso): 2177-6083 (publicação impressa encerrada em 2017). A RAEP é uma publicação da Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (ANGRAD).

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia