Executar é preciso, planejar não é preciso: proposta de framework para projetos de pesquisa

Alessandro Prudêncio Lukosevicius

Resumo


A qualidade do projeto de pesquisa influencia o rigor teórico-metodológico e a contribuição de valor do trabalho científico produzido. O design inadequado e a falta de maturação dos projetos de pesquisa são alguns dos problemas que mais levam à rejeição direta de artigos, mormente, nas áreas de administração, contabilidade e turismo. Mas, apesar da importância, muitas vezes, essa etapa é negligenciada e tratada de forma descuidada. Por isso, este artigo propôs-se a uma abordagem gráfica para projetos de pesquisa que pode auxiliar pesquisadores, sobretudo, iniciantes, a planejarem suas pesquisas. Para cumprir tal objetivo, conjugou-se revisão da literatura com análise de conteúdo, tendo por referência artigos e livros da área metodológica. Como resultado, desenvolveu-se o Research Project Model Canvas (RPMC), um framework que provê direcionamento ao pesquisador, auxiliando-o a evitar erros, mas sem lhe suprimir a criatividade e o espaço da tomada de decisão. 


Palavras-chave


Método científico; Projeto de pesquisa; Metodologia de pesquisa; Método de pesquisa; Modelo canvas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13058/raep.2018.v19n1.765

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Direitos autorais 2018 Alessandro Prudêncio Lukosevicius

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Administração: Ensino e Pesquisa. ISSN (Impresso): 2177-6083 | ISSN (Eletrônico): 2358-0917

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia