AUTOAVALIAÇÃO DE IMPACTOS: O QUE NOS DIZEM OS EGRESSOS DE UM MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO?

Roberto Brazileiro Paixão, Horacio Nelson Hastenreiter Filho

Resumo


O presente artigo pretende analisar o impacto percebido por egressos de um curso de pós-graduação Stricto Sensu em Administração. Assim, foram analisados, com base na visão de 124 egressos de um curso de Mestrado Profissional em Administração (MPA) de uma universidade brasileira, os impactos verificados nos mesmos, subdivididos em três esferas: competências e habilidades, renda e carreira. Foram identificados impactos positivos nas competências e habilidades, notadamente em pesquisar, pensar criticamente e integrar informações de várias fontes. Em relação à carreira, a maioria dos egressos informou ter havido uma evolução nas suas carreiras após a conclusão do curso, notada também pelo aumento da frequência nas categorias de cargo ao nível de diretoria e presidência após a conclusão do curso. Quanto aos salários, foi possível observar a declaração de aumento após a conclusão do curso, mas, apesar de os egressos terem considerado o impacto do MPA positivo na renda, o peso atribuído ao curso foi mediano.

Palavras-chave


Mestrado Profissional; avaliação; egressos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13058/raep.2014.v15n4.9

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Direitos autorais 2014 Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (ANGRAD)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Administração: Ensino e Pesquisa (RAEP). ISSN (Eletrônico): 2358-0917 | ISSN (Impresso): 2177-6083 (publicação impressa encerrada em 2017). A RAEP é uma publicação da Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (ANGRAD).

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia