Notas Sobre o Rigor-Relevance Gap no Contexto do Mestrado Profissional

Octavio Ribeiro de Mendonça Neto, Almir Martins Vieira, José Carlos Tiomatsu Oyadomari

Resumo


A falta de sintonia entre a pesquisa acadêmica e as necessidades dos práticos na área de contabilidade e gestão (rigor-relevance gap) é fato conhecido e que vem sendo discutido na academia. O presente ensaio tem por objetivo contribuir para a discussão do papel dos mestrados profissionais na mitigação deste problema (rigor-relevance gap), ao discutir as principais razões para a falta de alinhamento entre a pesquisa acadêmica e a prática profissional, ou seja, a resistência na incorporação da técnica pela cultura e resistência da academia na aceitação de paradigmas de pesquisas alternativos. Propõe a utilização da pesquisa intervencionista como uma metodologia de pesquisa alternativa a ser utilizada pelos mestrados profissionais na solução de problemas práticos e criação de conhecimento, sugerindo que, para que diminuição do rigor-relevance gap, alguns passos precisam ser dados, o que inclui aperfeiçoamento dos critérios de avaliação da CAPES, além da aceitação, por parte da academia, de paradigmas de pesquisas alternativos e ampliação do espaço para a divulgação da produção dos mestrados profissionais.


Palavras-chave


rigor-relevance gap; mestrado profissional; pesquisa intervencionista; prática

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.13058/raep.2019.v20n1.1213

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Direitos autorais 2019 Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (ANGRAD)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Administração: Ensino e Pesquisa (RAEP). ISSN (Eletrônico): 2358-0917 | ISSN (Impresso): 2177-6083 (publicação impressa encerrada em 2017). A RAEP é uma publicação da Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (ANGRAD).

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia