ENSINO EM ADMINISTRAÇÃO: PROPOSTA DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA ÁREA DE FINANÇAS

Eduardo Ribeiro Rodrigues, Alberto Borges Matias

Resumo


As Diretrizes Curriculares Nacionais do MEC definem as áreas específicas dos conteúdos de formação profissional que devem ser contempladas na organização curricular dos cursos de graduação no Brasil. Porém não sugerem ou detalham quais conteúdos devem ser oferecidos em cada área. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho é propor o conteúdo programático para a área temática de Finanças nos cursos de graduação em Administração. Para o alcance desse objetivo, foram analisados as matrizes curriculares e os planos de ensino das disciplinas de Finanças dos cursos de graduação em Administração, com as melhores notas no ENADE. Com base nesse levantamento, foram elaboradas sete disciplinas com os conteúdos de formação profissional da área, totalizando 560 horas/aula, distribuídas na matriz curricular e de acordo com os seus objetivos: apresentação das finanças corporativas e das finanças pessoais, decisões financeiras de curto e longo prazo, análise econômica financeira, planejamento financeiro e estratégias financeiras.


Palavras-chave


Finanças; Ensino Superior; Graduação em Administração

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13058/raep.2016.v17n2.403

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Direitos autorais 2016 Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (ANGRAD)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Administração: Ensino e Pesquisa (RAEP). ISSN (Eletrônico): 2358-0917 | ISSN (Impresso): 2177-6083 (publicação impressa encerrada em 2017). A RAEP é uma publicação da Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (ANGRAD).

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia